Agradecemos a sua visita. Seu link sera criado em 10 segundos.
wpsafelink image

Missão técnica propõe envio de 3.000 militares da SADC para Cabo Delgado


A proposta consta do relatório da Missão Técnica da Dupla Troika mais Angola, que esteve entre os dias 15 e 21 de abril, para avaliar as necessidades de Moçambique no combate ao terrorismo em Cabo Delgado.

O documento será submetido à reunião extraordinária do Comité Ministerial do Órgão da Política de Defesa e Segurança da SADC, agendada para ter lugar está quarta-feira (28) em Maputo, e à Cimeira Extraordinária da Troika da SADC, marcada para quinta-feira.

“A equipa de avaliação propõe o destacamento imediato de uma força de alerta da SADC para ajudar as FADM (Forças Armadas de Defesa de Moçambique) no combate à ameaça do terrorismo e atos de extremismo violento em Cabo Delgado”, lê-se no relatório, que indica que a maioria dos militares da SADC será constituída por 1.860 elementos de três batalhões de infantaria ligeira, 140 elementos de duas unidades de forças especiais e 120 de uma equipa de comunicações.

O mesmo documento propõe ainda que a unidade de engenharia militar e logística seja composta por 100 efetivos, cada, e que os outros membros integrem outras áreas.

A equipa técnica da SADC propõe ainda no seu relatório que sejam enviados para Moçambique dois navios de patrulha, um submarino, um avião de vigilância marítima, seis helicópteros, dois drones e quatro aviões de transporte.

Adblock Detected

Please disable adblock to proceed to the destination page